Catedral de Brasília
Palavra do Pastor

11º Domingo do Tempo Comum

Compaixão, Oração e Missão

18/06/2017

 

+ Sergio da Rocha
Cardeal Arcebispo de Brasília

 

Na Liturgia da Palavra, estamos retomando a leitura do Evangelho segundo Mateus, proclamado nos Domingos do Tempo Comum deste ano litúrgico. O que fazer diante de tanta gente “cansada e abatida”, como “ovelhas sem pastor”? A resposta a esta pergunta se encontra no Evangelho que ouvimos, podendo ser resumida em três atitudes, a serem cultivadas por nós, enquanto discípulos chamados a seguir Jesus Cristo e, por ele, enviados em missão.

A primeira atitude de Jesus é a compaixão. Ao invés da indiferença ou da acomodação, somos chamados a ser misericordiosos e solidários diante de tantas situações de sofrimento vividas, muitas vezes, por pessoas próximas de nós. A compaixão nos faz sentir as dores do outro, fazendo-nos superar a tendência de que nada podemos fazer pelos que sofrem.

Orar é a segunda atitude perante os desafios da missão e a falta de pessoas dispostas a trabalhar na messe do Senhor e a servir os que mais sofrem. Colocar-se a serviço do próximo, pelo Reino de Deus, é dom a ser suplicado ao Senhor da messe, é graça a ser acolhida. Sem a graça de Deus, ninguém consegue colocar-se a serviço das ovelhas mais sofridas do rebanho de Jesus. Conforme o Papa Francisco, na sua exortação apostólica Evangelii Gaudium, somos chamados a sermos evangelizadores que “rezam e trabalham”, iluminados e fortalecidos pelo Espírito Santo.

A compaixão e a oração nos levam a uma terceira atitude que é a participação na missão de compartilhar a boa nova de Jesus Cristo. Jesus enviou os discípulos para servir, de modo especial, os que mais sofriam, especialmente aos enfermos. A passagem de Mateus ressalta a atenção a ser dada aos que estão próximos, referindo-se a ir primeiro às “ovelhas perdidas da casa de Israel” (Mt 10,6). Estas palavras em nada contrariam a universalidade da missão. São dois momentos diversos do envio missionário. São duas expressões de compaixão e de serviço missionário. No final do Evangelho, Mateus nos mostra Jesus Ressuscitado enviando os discípulos para anunciar o Evangelho a todas as nações (Mt 28,19).

Neste tempo de grave crise vivida no Brasil, é necessário cultivar, ainda mais, esta tríplice atitude suscitada pelo Evangelho: a compaixão, a oração e a missão. Procure viver assim!

Na próxima sexta feira, dia 23, solenidade do Sagrado Coração de Jesus, ocorre o Dia de Oração pela Santificação dos Sacerdotes, anualmente celebrado. Reze pelos nossos padres! Participe da manhã de oração que vai acontecer na Catedral de Brasília, dia 23 de junho, iniciando-se às 8h e encerrando-se com a missa das 12h. Nossos padres estarão participando. Reze com eles! 

Imprimir Subir Voltar

 Fale Conosco Contatos Webmail Twitter GooglePlus Facebook Flickr Youtube
© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados. Voltar a Home