Catedral de Brasília
Palavra do Pastor

Solenidade de Cristo Rei

Cristo Rei

20/11/2016

 

+ Sergio da Rocha

Arcebispo de Brasília

 

Celebramos a solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, concluindo o Ano Litúrgico. A Liturgia da Palavra nos mostra como é este Rei em quem nós cremos e como é o seu Reino.          No prefácio da missa desta solenidade, nós louvamos ao Pai porque o Reino de Jesus é um “reino eterno e universal: reino da verdade e da vida, reino da santidade e da graça, reino da justiça, do amor e da paz”. É este o Reino que pedimos ao Pai, todas as vezes que rezamos o Pai Nosso. Com o belo hino de louvor da Carta de S. Paulo aos Colossenses, nós damos graças ao Pai que “nos recebeu no reino de seu Filho amado” (Cl 1,13) e quis “por ele reconciliar consigo todos os seres, os que estão na terra e no céu, realizando a paz pelo sangue da sua cruz” (Cl 1,20).

O Evangelho nos revela o rosto do Rei do Universo, ao narrar a sua paixão e morte na cruz. Na cruz, Jesus se revela o verdadeiro rei, o Senhor, que vem para dar a vida pelo seu povo. Ao invés de cercar-se de honrarias, ele é o rei que se faz servo, doando totalmente a sua vida por nós. São Lucas ressalta a misericórdia de Cristo Rei que, na cruz, ofereceu o perdão ao malfeitor arrependido, prometendo-lhe o paraíso. Além disso, em outra passagem, o Evangelista narra que Jesus rezou, quando estava na cruz, suplicando ao Pai o perdão àqueles que o crucificavam.

Nesta solenidade litúrgica, na Basílica de São Pedro, o Papa Francisco encerra o Ano Santo Extraordinário da Misericórdia, com a participação de peregrinos do mundo inteiro. Unidos ao Santo Padre, nós glorificamos a Deus pelos inúmeros frutos deste tempo especial de reflexão, de celebração e de vivência da misericórdia. Contudo, não podemos parar. Somos convidados a prolongar e a intensificar a vivência pessoal e comunitária da misericórdia, de modo especial continuando a praticar as obras de misericórdia. Procuremos, sempre mais, sermos “misericordiosos como o Pai”, confiantes na sua divina misericórdia.

Em todo o Brasil, nós celebramos hoje o dia dos cristãos leigos e leigas, chamados a participar ativamente da vida e da missão evangelizadora da Igreja, especialmente, através do testemunho cristão nos diversos ambientes. Nós agradecemos os fiéis leigos que tanto se dedicam ao serviço da Igreja, nas diversas pastorais, movimentos e serviços, bem como, pela participação responsável na construção da sociedade.

Neste final de semana em que são criados os novos cardeais, pelo Papa Francisco, agradeço imensamente as inúmeras felicitações recebidas, pedindo, ainda mais, as orações de todos!  

                

Imprimir Subir Voltar

 Fale Conosco Contatos Webmail Twitter GooglePlus Facebook Flickr Youtube
© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados. Voltar a Home