Catedral de Brasília
Notícias

O adeus do Papa à Colômbia: "Escravos da paz para sempre"

11/09/2017 15:53

Na Colômbia desde quarta-feira passada, 6 de setembro, o Papa Francisco se despediu do povo andino na noite deste domingo após cinco dias de vista apostólica. Ele esteve em Bogotá, Villavicencio, Medellín e Cartagena, onde deixou uma mensagem em favor da reconciliação para favorecer o processo de paz após o acordo do governo com as Forças armadas revolucionárias da Colômbia - Farc.

Francisco falou de reconciliação como meio a fim de contribuir para a paz num pais que, apesar de ter assinado um acordo com as Farc, ainda vive profundas divisões políticas internas.

Na conclusão da missa celebrada na área portuária Contecar, em Cartagena, o Papa fez um pedido aos fieis:

"Queridos irmãos, gostaria de vos deixar uma última palavra: não nos contentemos com ‘dar o primeiro passo’, mas continuemos diariamente a caminhar juntos, procurando ir ao encontro do outro, em busca da harmonia e da fraternidade. Não podemos ficar parados!

Aqui mesmo, a 8 de setembro de 1654, morria São Pedro Claver, depois de quarenta anos de escravidão voluntária, de trabalho incansável a favor dos mais pobres. Ele não ficou parado; depois do primeiro passo, seguiram-se muitos outros. O seu exemplo nos leve a sair de nós mesmos para ir ao encontro do próximo.

Colômbia, o teu irmão precisa de ti! Vai ao seu encontro, levando o abraço da paz, livre de toda a violência, ‘escravos da paz para sempre’".

 

Com informações da Rádio Vaticano

Imprimir Subir Voltar

 Fale Conosco Contatos Webmail Twitter GooglePlus Facebook Flickr Youtube
© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados. Voltar a Home