Catedral de Brasília
Notícias

Igreja celebra hoje o Dia do Santo que venceu as investidas do maligno: São Bento

11/07/2017 13:41

"Rogai por nós bem aventurado São Bento, para que sejamos dignos das promessas de Cristo"

 


 

Na próxima terça, dia 11/07, o Mosteiro de São Bento de Brasília celebrará o Dia do Padroeiro.

A Solenidade será presidida às 10h e às 19h30. Vale destacar que na missa da noite haverá a benção do sal, água e demais objetos religiosos.

Ao longo do dia serão realizadas as atividades normais do Mosteiro, ou seja, todas as horas Canônicas.

Além disso, a relíquia de São Bento ficará exposta para veneração no Mosteiro.

Todos os ofícios e as Missas serão abertos ao público.

O Mosteiro de São Bento fica localizado na SHDB QL 32 Conjunto 1 Bloco B - Ermida Dom Bosco, Lago Sul.

 Venha alcançar sua graça!

 

Vida de São Bento

São Bento nasceu na cidade de Nursia, província de Perugia, próximo a Roma, na Itália; e viveu entre os anos de 480 e 547.

Cresceu em uma família ilustre e bastante conhecida na região onde morada – Anícia. Seu pai era um nobre romano e tinha uma irmã gêmea, Escolástica (Santa Escolástica).

Quando jovem, foi enviado a Roma para estudar Retórica e Filosofia. Mas se decepcionou com o declínio moral e espiritual das pessoas vividos naquele período, e se retirou para Enfide, onde passou a viver como eremita, dedicando-se à oração, meditação, ao Sacrifício e outras atividades para alcançar a santidade.

Após três anos de afastamento em uma gruta, foi então descoberto e passou a atrair a atenção das pessoas, que passaram a segui-lo e a pedir conselhos e direcionamentos espirituais.

Foi levado a um mosteiro na cidade de Vicovaro, também na Itália, onde foi eleito abade. Algum tempo depois, os colegas religiosos tentaram o envenenar, segundo alguns relatos históricos, por ele levar uma vida exigente.

Saiu deste mosteiro e dirigiu-se para Monte Cassino, onde fundou, em 529, um mosteiro que passou a ser a base da Ordem Beneditina, uma das maiores ordens monásticas do mundo.

Em 534, começou a redigir a Regula Monasteriorum (Regra dos Mosteiros). A Regra é o único texto conhecido de Bento, mas o suficiente para manifestar sua habilidade, no qual, cristalizou o melhor da tradição monástica e trouxe-a para o Ocidente. Os 38 pequenos capítulos do Segundo Livro dos Diálogos contêm vários episódios da vida e dos milagres de São Bento. Algumas passagens dizem que podia ler o pensamento das pessoas, outras mencionam feitos milagrosos, como quando fez brotar água de uma rocha e um discípulo andar sobre a água, outra passagem menciona um jarro de óleo que nunca se esgotava.

Bento morreu em 21 de março de 547, aos 67 anos. Mas dias antes previu a própria morte e contou aos amigos religiosos.

A irmã gêmea Escolástica também faleceu naquele mesmo ano, em fevereiro, e também teve a morte prevista pelo Bento.

A Beatificação se deu no ano de 1220 por Papa Honório III. Uma das motivações para a santificação foram as vitórias de São Bento de Núrsia sob as ciladas armadas pelo Diabo. Em uma delas, foi lhe oferecido um cálice de vinho envenenado e um pedaço de pão, também envenenado.

Em outras várias ocasiões, Bento foi tentado e ofendido pelo diabo, tanto que os religiosos que sempre estavam com Bento conseguiam escutar as ofensas.

Mas com o sinal da cruz e a citação da oração contida na Cruz da Medalha de São Bento, que foi escrita pelo santo na parede do Mosteiro em que ele vivia, o santo vencia as investidas e espantava o diabo.

Roguemos a Deus e ao bem-aventurado São Bento, para que possamos, a cada dia, vencer e espantar as investidas do maligno e, assim, mantermos-nos longe do pecado e de todo o tipo de mal!

 

 

Medalha de São Bento

A origem da Medalha de São Bento é incerta. Sabe-se apenas que ela foi redescoberta em 1647.

A medalha de São Bento trás gravada em uma de suas faces a seguinte oração: “A Cruz Sagrada seja a minha luz. Não seja o dragão o meu guia. Retira-te Satanás, nunca me aconselhes coisas vãs. É mau o que tu me ofereces, bebe tu mesmo os teus venenos”.

 Já na frente da medalha, é apresentada uma cruz e as letras C S P B gravadas. Estas letras são abreviações da frase em latim: Cruz Sancti Patris Benedicti ou Cruz do Santo Pai Bento. 

No verso da medalha se encontra duas hastes, uma na vertical e outra na horizontal. A haste vertical da cruz está gravada as letras: C S S M L que significam Crux Sacra Sit Mihi Lux ou A cruz sagrada seja minha luz. Na haste horizontal, as iniciais N D S M D: Non Draco Sit Mihi Dux ou Não seja o dragão (demônio) meu guia. No alto da cruz está gravada a palavra PAX ou Paz, que é o lema da Ordem de São Bento.

A imagem de São Bento também aparece no verso da medalha. Ele segura na mão esquerda o livro da Regra que escreveu para os monges chamados beneditinos. Na outra mão, ele segura a cruz. Ao redor da medalha, lê-se Eius in Obitu nro Praesentia Muniamur, que quer dizer: Que São Bento nos conforte na hora da nossa morte.

A partir da direita da palavra PAX, traz as iniciais: V R S N S M V que significam Vade Retro Sátana Nunquam Suade Mihi Vana ou Retira-te, satanás, nunca me aconselhes coisas vãs. E as letras S M Q L I V B: Sunt Mala Quae Libas Ipse Venena Bibas ou É mau o que me ofereces, bebe tu mesmo os teus venenos. 

 

 

Oração da Medalha de São Bento em Latim:

"Crux Sacra Sit mihi lux; non draco sit mihi dux;
vade retro satana!; nunquan suad mihi vana;
sunt mala quae lib ipse venena bibas"

Tradução da Oração da Medalha de São Bento

A Cruz Sagrada seja a minha luz, não seja o dragão o meu guia. Retira-te, satanás! Nunca me aconselhes coisas vãs. É mau o que tu me ofereces, bebe tu mesmo os teus venenos!



 

Oração a São Bento

Ó Deus, Vós que Vos dignastes derramar sobre o bem-aventurado confessor, o Patriarca São Bento, o espírito de todos os justos, concedei a nós, Vossos servos e servas, a graça de nos revestirmos desse mesmo espírito para que possamos, com o Vosso auxílio, fielmente cumprir o que temos prometido. Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.


 

 

Atividades no Mosteiro São Bento em Brasília

O Mosteiro São Bento realiza todo dia 11 de cada mês, às 19h30, a missa votiva de S. Bento.

Durante esta celebração, presidida por Dom Paulo, acontece a benção da medalha do santo, da água e do sal e, ao final, cada pessoa é abençoada com a Cruz Beneditina. Vale ressaltar que os fiéis devem levar seus objetos para serem bentos.

Aos domingos, às 10h, é realizada a Missa Solene Gregoriana.

A Santa Eucaristia é aberta a todos.

Venha alcançar a sua graça!

Veja abaixo as atividades e horários oferecidos pelo Mosteiro:
 

Horários de Missas no Mosteiro

06h20 - Segunda a Sexta

07h20 – Sábado

10h - Domingo

Horário Ofício

Vigílias

05h20 - Domingo Sexta

06h20 - Sábado

Laudes

06h20 - Domingo a Sexta

07h20 (com missa) - Sábado

-Terça

09h - Todos os dias

Sexta

12h - Todos os dias

Noa

15h - Segunda a Sábado

Domingo

16h

Vésperas

18h - todos os dias

- 19h30 - Completas Todos os dias

 

 

Informações:
Local: Mosteiro de São Bento
Endereço: SHDB QL 32 Conjunto 1 Bloco B - Ermida Dom Bosco / Lago Sul / Brasília DF
Telefone: (61) 3367 2949
Fax: (61) 3367-3069
Site: www.msbento.org.br
E-mail: mosteiro@msbento.org.br
E-mail: hospedaria@msbento.org

 

Por Gislene Ribeiro

Imprimir Subir Voltar

 Fale Conosco Contatos Webmail Twitter GooglePlus Facebook Flickr Youtube
© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados. Voltar a Home