Catedral de Brasília
Notícias

Paróquias iniciam nesta quarta-feira as comemorações pelo Dia de São Sebastião

10/01/2017 14:10


 

No dia 20 de janeiro, a Igreja comemora o Dia de São Sebastião, tido como santo defensor da Igreja, protetor dos cristãos e padroeiro dos arqueiros.

Para homenagear o padroeiro, as paróquias dedicadas a ele darão início nesta semana às comemorações. Veja abaixo.


A Paróquia São Sebastião, localizada em Taguatinga, dá início à festividade nesta quarta-feira, 11/01, com a realização da Novena, que será realizada até o dia 19/01. No Dia do Santo, 20/01, a solenidade será realizada às 19h, seguida de procissão. As comemorações se estendem aos dias 21 e 22/01, com missas às 18h, no sábado, e às 07h30, 11h e 18h no domingo.  Durante todos os dias festivos haverá o funcionamento das barraquinhas de comida típicas e shows após as Missas.
 


Em Brazlândia, a paróquia que carrega o nome do Santo também realiza Novena de 13 a 21 de janeiro, sendo conduzida a cada dia por um padre de paróquias vizinhas. No domingo, dia 22, será realizado almoço festivo, das 12h às 14h. O valor do almoço não foi divulgado. Já às 15h haverá Bingo, que premiará o primeiro lugar com R$1.500,00 e o terceiro com R$500,00. A cartela custa R$ 15,00. Às 19h, dom José Aparecido Gonçalves, bispo auxiliar de Brasília, preside a missa de encerramento pelas festividades de São Sebastião.



Para quem não conhece, logo abaixo segue um pouco da história desse grande mártir cristão.

Sebastião nasceu em Narbone, na França, no ano de 256. Ainda muito pequeno, mudou-se para Milão, na Itália, cidade de origem de seus pais.

O rapaz cresceu forte, muito educado, bondoso e piedoso na fé. Trazia no coração o desejo ardente de zelar pela vida dele, dos familiares e dos irmãos cristãos.

E naquela época, os cristãos eram vistos como inimigos pelos romanos, sendo perseguidos, torturados e mortos. O imperador Diocleciano não permitia cristãos em seus territórios. Todos os cristãos descobertos eram levados ao Coliseu onde eram devorados por leões ou mortos em lutas com os gladiadores.

Para acompanhar e levar um pouco de consolo aos cristãos presos, enfraquecidos fisicamente, emocionalmente e espiritualmente por conta das torturas e perseguições sofridas pelo império romano, Sebastião resolveu servir o exército.

À frente do serviço militar, o jovem poderia ter contato com os prisioneiros, além de assegurar a eles a salvação ao passar por todo aquele martírio.

Por ser muito competente, zeloso e valente, além de querido e apreciado pelo imperador Diocleciano, Sebastião passou rapidamente de soldado para Capitão da Guarda pessoal do imperador.

Ao descobrir a ligação de Sebastião com os prisioneiros, o imperador condenou o capitão à morte, sob acusação de traição. Mas antes da sentença, o imperador tentou persuadir Sebastião a renegar Deus e adorar outros deuses, como era normal entre os romanos, mas o jovem se negou e o imperador ordenou a morte por flechada.

Sebastião foi, então, amarrado em um tronco de árvore, alvejado por flechas e sangrou até perder a consciência. Pensando que ele havia morrido, os soldados foram embora.

Uma senhora piedosa resolveu dar um enterro digno ao suposto morto. Ao desamarrá-lo a mulher descobriu que o jovem ainda estava vivo. A mulher então o levou para casa e cuidou dos ferimentos dele, até que se melhorasse.

Depois de restabelecido, Sebastião procurou Diocleciano, recriminando-o pelas injustiças cometidas contra os cristãos e também para mostrar o poder de Deus de salvá-lo da morte; aconselhando-o abandonar os outros deuses para adorar somente o verdadeiro e único Deus.

Vendo aquilo, o imperador ordenou que os soldados levassem Sebastião para um circo, onde ele foi duramente torturado, açoitado e espancado com pauladas e boladas de chumbo até a morte.

Após morto, em 20 de janeiro de 286, o corpo foi jogado no esgoto público de Roma. Uma mulher, de nome Luciana, que mais tarde se tornaria santa, resgatou seu corpo, limpou-o e sepultou-o nas catacumbas.

Em 680, as relíquias foram solenemente transportadas para uma basílica construída pelo Imperador Constantino, permanecendo lá até hoje.

 

Oração de São Sebastião

Glorioso mártir São Sebastião, soldado de Cristo e exemplo de cristão. Hoje nós viemos pedir vossa intercessão junto ao trono do Senhor Jesus, nosso Salvador, por quem destes a vida. Vós que vivestes a fé e perseverastes até o fim, pedi a Jesus por nós para que nós sejamos testemunhas do amor de Deus. Vós que esperastes com firmeza nas palavras de Jesus, pedi a Ele por nós para que aumente nossa esperança na ressurreição. Vós que vivestes a caridade para com os irmãos, pedi a Jesus para que aumente nosso amor para com todos. Enfim, glorioso mártir São Sebastião, protegei-nos contra a peste, a fome e a guerra; defendei nossas plantações e nossos rebanhos que são dons de Deus para o nosso bem, para o bem de todos. E defendei-nos do pecado que é o maior mal, causador de todos os outros. Assim seja.

 

São Sebastião, rogai por nós!

 

Informações:
Paróquia São Sebastião - Taguatinga
Endereço: EQNL 21/23AE 01
Telefone: 3475 5941
Email: saosebastiaotaguatinga@gmail.com

São Sebastião - Brazlândia    
Endereço: Q.1 AE s/n. - Praça São Sebastião    
Telefone: (61) 3391-1208
E-mail: saosebastiaosetorx@yahoo.com.br
Facebook: Paróquia São Sebastião Brazlândia

 

Por Gislene Ribeiro

Imprimir Subir Voltar

 Fale Conosco Contatos Webmail Twitter GooglePlus Facebook Flickr Youtube
© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados. Voltar a Home